Precificação para hotelaria: 5 estratégias para adotar no seu negócio

Gerenciar um negócio não é uma tarefa simples e, diferentemente do que muitos pensam, a vida de um empreendedor não se resume a dar ordens e contar dinheiro. Na verdade, o gestor da empresa é quem arca com a maior parte das responsabilidades. Entre as suas tarefas mais complexas, está a estratégia de precificação de seus produtos ou serviços.

De fato, esse é o ponto em que muitos gestores acabam cometendo equívocos por não saberem quais parâmetros devem usar para definir um preço justo, competitivo e rentável para o negócio.

Quando se trata do ramo de hospedagem, a tarefa de precificar o serviço pode ser ainda mais complexa, pois muitos fatores precisam ser considerados. Por isso, nos próximos tópicos, mostraremos algumas estratégias para precificação para hotelaria. Acompanhe!

1. Preço médio praticado

Em uma estratégia de precificação para hotelaria, sem dúvidas, um dos principais fatores a se considerar é o preço médio praticado pelos concorrentes.

Antes de aplicar a tática de valorização do serviço por meio do aumento do preço, considere o fato de que o consumidor moderno tem acesso a recursos eficientes para comparar preços de hotéis, como aplicativos e sites de busca especializados. Nesse contexto, apenas os estabelecimentos com preços mais competitivos (aliados a um serviço de qualidade) acabam sobressaindo.

Portanto, assim como os consumidores têm acesso a esse tipo de informação, é fundamental que você, proprietário de hotel, também se utilize de softwares ou mecanismos e processos automatizados para conhecer os preços, ofertas e dados da sua concorrência.

Isso não significa que você copiará as estratégias de outro estabelecimento, mas sim que é possível utilizar essas informações para criar oportunidades de melhorias em seu hotel, podendo competir em condições de igualdade com todos.

Sendo assim, seja cauteloso também quando for ofertar preços mais baixos para atrair hóspedes, pois o desconto ofertado não pode resultar em prejuízos ao negócio. Além disso, você pode colocar em prática algumas das estratégias que mencionaremos nos próximos tópicos.

Adotar programas de fidelidade

O programa de fidelidade é uma excelente forma de agregar valor aos serviços do seu hotel. Com ele, além de seus clientes poderem obter benefícios, você também pode acrescentar um pouco mais ao valor da diária ou de alguns serviços.

Utilizar estratégias de preços por permanência do hóspede

Outra estratégia de precificação que atrai muitos clientes é a redução do valor da diária à medida que aumenta o tempo de permanência do hóspede. Apesar de reduzir um pouco o valor a ser cobrado por dia, é uma ótima alternativa para incentivar o cliente a ficar mais dias consumindo outros produtos e serviços do seu hotel.

Criar promoções sazonais

Para finalizar esse assunto da precificação, temos a criação de promoções sazonais. Oferecer preços, condições de pagamentos e outros serviços diferenciados em feriados prolongados e datas comemorativas é uma excelente forma de atrair seus clientes e dar um pico de faturamento em sua empresa.

Muitos empresários do ramo de hotelaria têm em mente que essas são as épocas do ano em que mais lucram em seus estabelecimentos, mas o problema é que muitos não enxergam que o contrário também pode ser uma grande oportunidade.

Oferecer outras opções em períodos de baixa temporada, em que o movimento seria muito pequeno, é uma excelente estratégia para manter a rotatividade de clientes em seu hotel ou pousada.

Para tanto, você deverá mexer na formatação de preços do seu negócio, oferecendo promoções realmente interessantes que chamem o cliente para o seu estabelecimento e, principalmente, que o deixe inteiramente satisfeito e contando os dias para voltar a se hospedar no seu hotel.

Nesse caso, também é importante manter o mesmo nível de qualidade e oferecer todos os serviços da alta temporada, desde que sejam possíveis devido às condições climáticas e outras questões estruturais que possam envolver algumas atividades.

2. Conhecimento total sobre custos

Como citamos no início do artigo, o gestor de uma empresa tem grandes responsabilidades para mantê-la funcionando e garantir sua sobrevivência. Assim, conhecer todos os custos de uma pousada ou hotel é, basicamente, um pré-requisito para gerenciar um negócio do ramo de hotelaria.

As despesas e receitas precisam ser facilmente gerenciadas para que o gestor tenha uma perspectiva real da situação financeira do negócio. Para isso, existem softwares de gestão ideais para hotelaria.

É preciso fazer uma análise minuciosa dos dados, para que seja possível projetar o futuro da empresa e, consequentemente, aplicar uma estratégia de precificação eficiente para hotelaria.

Além de incluir custos como água, luz, internet, gás, impostos, despesas administrativas, marketing, entre tantas outras, existem aspectos relevantes que precisam ser considerados para obter uma precificação exata, como:

  • tempo médio de estadia dos hóspedes;
  • índice de competitividade da marca;
  • classificação do hotel ou pousada;
  • características especiais (acessibilidade, localização, piscina, hidromassagem, Wi-Fi etc.);
  • demanda real e potencial;
  • taxa de sazonalidade;
  • concorrentes, entre outros aspectos.

3. Público-alvo (perfil do hóspede)

Um dos fatores mais influenciáveis na precificação para hotelaria é o público-alvo do hotel ou pousada. Afinal, suas estratégias de prospecção e marketing devem ser voltadas para o público correto para evitar incoerências entre o preço cobrado e quanto o hóspede pode realmente pagar.

Em outras palavras, se o seu hotel cobra um valor exclusivo para hóspedes com grande poder aquisitivo, atrair clientes que não podem pagar pelos serviços torna-se um desperdício de recursos para a empresa. Estabeleça um público-alvo e utilize-o como parâmetro em sua precificação para hotelaria.

4. Psicologia de vendas

A psicologia de vendas é aplicada nos mais diversos segmentos comerciais por conta de seus resultados eficientes. Podemos citar:

O poder do número 9

Não é coincidência nos deparamos diariamente com preços de produtos e serviços que sempre terminam com o número 9. O fato é que lemos os preços da esquerda para a direita, portanto, é muito mais eficiente cobrar 199 do que 200 por uma estadia, por exemplo.

A diferença entre os preços dos quartos

Cobrar valores muito próximos para apartamentos diferentes, como básico, intermediário e luxo, é um dos erros de precificação mais comuns que os gestores cometem.

O ideal é destacar os diferenciais de cada acomodação para que o hóspede perceba a economia que obtém em suas escolhas e manter uma distância entre os preços praticados para cada tipo de quarto.

5. Realização de eventos

Palestras, shows, congressos, jogos ou qualquer evento na cidade pode ser aproveitado de forma estratégica. Portanto, aproveite para:

  • oferecer tarifas e pacotes acessíveis;
  • oferecer opções de deslocamento até o evento;
  • fazer parcerias entre os organizadores do evento.

Os eventos são uma excelente alternativa para que o público conheça o trabalho do seu hotel ou pousada mais de perto, bem como uma oportunidade para conquistar novos clientes ou receber indicações.

Essas foram nossas dicas sobre estratégia de precificação para o ramo de hotelaria. Agora é com você! Comece a aplicá-las ainda hoje mesmo e passe a extrair o máximo do potencial lucrativo do seu negócio, aumentando a sua competitividade perante o mercado e, ainda, oferecendo melhores serviços e condições para os seus clientes.

Caso você tenha alguma dúvida sobre este assunto, nós podemos lhe ajudar ainda mais. Entre em contato conosco, pois temos uma equipe especializada e pronta para atender a todas as suas necessidades e questionamentos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *