Como facilitar o gerenciamento tarifário do seu hotel? Descubra!

Você já sabe que a precificação do seu hotel deve refletir os objetivos do negócio, certo? Além disso, o gerenciamento tarifário estratégico é fundamental para a maximização dos lucros, sendo necessário que o gestor conheça minuciosamente os processos envolvidos e os serviços ofertados.

Precificar os serviços de um hotel, no entanto, pode ser uma tarefa complexa, pois é necessário avaliar muitos fatores. Por isso, no artigo de hoje mostraremos como facilitar o gerenciamento tarifário do seu hotel. Acompanhe!

Markup

Calcular o markup para os serviços do seu hotel pode facilitar e otimizar o gerenciamento tarifário, além de garantir mais segurança às negociações.

Esse método prático de precificação pode ocorrer com base nos custos de produção, publicidade, distribuição, atendimento e venda dos produtos ou serviços acrescidos do lucro desejado.

Em linhas gerais, para determinar o preço de venda do serviço, é necessário somar as despesas fixas, despesas variáveis e margem de lucro e, em seguida, multiplicar o resultado pelo preço de custo.

Preço médio

O preço médio é determinado conforme os valores praticados pelos concorrentes do seu negócio. Sendo assim, é importante estar ciente do valor médio das acomodações oferecidas no mercado, para que seu preço não afaste os clientes.

Para formar um preço que faça sentido, é necessário considerar a estrutura de custos e o lucro desejável pelo seu hotel. Entretanto, os valores aplicados pelos concorrentes merecem sua atenção, visto que é assim que seu negócio terá possibilidades de estipular preços competitivos que assegurem suas vendas.

Avalie, porém, estabelecimentos que tenham níveis semelhantes aos seus, pois não adiantará comparar os seus preços com os de um hotel de padrão maior ou menor, onde as realidades comercial e financeira sejam totalmente diferentes.

Margem de contribuição

O cálculo da margem de contribuição apresenta o ganho bruto sobre as vendas, ou seja, o valor que “sobra” para a empresa após ela pagar custos e despesas variáveis. Sendo assim, o que restar será destinado ao pagamento dos custos e das despesas fixas e ao lucro.

A conta da margem de contribuição é fácil de ser feita: basta subtrair os custos e as despesas variáveis do valor das vendas (preço final subtraído do preço que o serviço é ou será vendido).

Esse método flexível é o mais indicado para a formação de preços, dado que permite visualizar melhor quando é interessante alterar a sua margem com a intenção de ganhar mais competitividade.

CRS

Central Reservation System, ou Sistema Central de Reservas, em português, é uma solução versátil, em nuvem e muito fácil de utilizar. Por meio dele, o hotel não só conseguirá fazer uma gestão eficiente das tarifas, como também poderá, entre outras coisas, centralizar a gestão de diversas ferramentas, integrar canais de reserva de forma on-line, manter uma base de dados segmentada e ter o inventário atualizado em tempo real.

Além disso, esse sistema é perfeito para simplificar o gerenciamento tarifário do seu hotel, pois, com ele, é possível definir o competitive set do negócio, analisar o preço da concorrência, ajustar as tarifas de acordo com a taxa de ocupação e estabelecer critérios de cálculos de maneira automatiza. Com isso, a empresa ganha eficiência e tempo.

Gostou da nossa sugestão de implementar o CRS para simplificar o gerenciamento tarifário do seu hotel? Esse sistema é ideal para economizar recursos e tempo, tendo em vista que se trata de uma ferramenta com navegação descomplicada, amigável, ágil e multiplataforma, ou seja, você consegue acessar por diversos dispositivos, de qualquer lugar.

Ficou interessado e gostaria de mais detalhes e informações? Entre em contato conosco. Queremos ajudá-lo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *