Questions? Feedback? powered by Olark live chat software

O que os hotéis independentes podem ensinar às grandes redes?

research
  • 26 Mar
  • 2018

É comum ouvir perguntas sobre como os hotéis independentes conseguem se destacar ao redor das grandes redes. E, certamente, há um grande potencial nestes empreendimentos em relação às suas práticas de gestão, vendas e produto em si.

Os hotéis independentes, como são chamados, precisam se diferenciar para oferecer valor a seus hóspedes. Um exemplo, é a personalização do produto e serviço. E essa é uma das práticas que também pode ser adotada na gestão de grandes redes.

Descubra como a hotelaria independente pode inspirar as redes hoteleiras em sua gestão.

Proximidade com os hóspedes

Embora os grandes hotéis queiram conhecer os seus hóspedes e se aproximar deles, essa é uma grande dificuldade para a gestão. Em contrapartida, os hotéis independentes têm condições de, desde o check-in, oferecer um atendimento extremamente próximo do cliente.

Em algumas redes de hotéis, o volume de tarefas para gerir é muito grande, o que pode impactar no serviço prestado pelo colaborador. Atender satisfatoriamente o hóspede não é mais uma opção e a qualidade deste atendimento é determinante para atingir a satisfação do cliente, seja para realizar o seu check-in ou tirar alguma dúvida relacionada à agenda cultural do local.

Atualmente, o consumidor quer muito mais do que adquirir um determinado produto ou serviço. Ele está preocupado em se relacionar com marcas que combinem com seu estilo de vida e que demonstrem genuíno interesse pelos seus clientes.

Identidade única e fortalecida

Um hotel independente tem a possibilidade de criar nichos de atendimento e diferenciar o seu negócio. Para tanto, é possível personalizar a prestação de serviços, seja para o público da terceira idade, LGBT ou eventos, por exemplo.

Você não precisa, porém, limitar o seu público-alvo dessa maneira. Seu hotel pode começar com pequenas ações para atrair clientes, como ser pet friendly ou adotar cardápios que respeitem opções ou restrições alimentares.

Em resumo, pode-se propor iniciativas únicas que caracterizam o negócio e fortalecem a marca — tornando-a referência naquele segmento ou na oferta de algum serviço específico. 

Menos custos e mais lucro

Outra vantagem dos hotéis independentes são os custos relativamente mais baixos com administração e marketing, visto que, em empresas maiores, esses valores são geralmente mais altos.

Além disso, a flexibilidade comum aos negócios independentes confere ao hotel uma maior visibilidade e competência para reagir às mudanças em menor tempo. Isto é, permite que ele se adapte agilmente às tendências do mercado.

Com menos gastos, a precificação das diárias e serviços pode ter mais flexibilidade, ou seja, promoções e condições especiais para atrair novos clientes ou fidelizar os hóspedes são ações possíveis sem que a margem de lucro seja comprometida. 

Menos burocracia

Hotéis independentes contam com a facilidade de tomar as melhores decisões de maneira mais rápida e menos burocrática. Isso é importante na medida em que a melhor experiência possível deve ser oferecida ao hóspede desde a reserva online, passando pelo processo de check-in e finalmente, o pós-estadia.

A missão de qualquer empresa deve ser facilitar a vida do seu cliente, e isso não deveria ser diferente nos hotéis. Manter processos burocráticos e que impactam na experiência do hóspede terá resultados negativos.

Por isso, é muito importante estar atento às reais necessidades do cliente e empregar ferramentas para otimizar as vendas do seu hotel.

Quer aprender mais sobre como se relacionar com o cliente? Conheça as 4 melhores práticas na hotelaria!