B.I para hotéis: por que hotéis estão investindo nessa solução?

Ferramentas de Business Intelligence, ou simplesmente B.I., para hotéis tem sido cada vez mais utilizado por inúmeros motivos. Em grande parte, isso não é uma exclusividade do setor. Afinal, a quantidade de dados disponíveis na atualidade é imensa e cresce velozmente em qualquer área, sobretudo, no atual período de transformação digital.

Saber “garimpar” e transformar esse mundo de dados em informação útil é, cada vez mais, um requisito de sobrevivência. Mais especificamente no setor hoteleiro, podemos observar alguns ganhos pontuais em razão da necessidade de levantar variáveis importantes para prever o nível de ocupação, por exemplo.

Porém, mais do que tudo, o B.I. auxilia na tomada de decisões com base em dados, o que ao final do processo ajuda a melhorar a experiência do cliente e a identificar gargalos, atividades fundamentais para o sucesso da gestão hoteleira. Boa leitura!

O que é B.I e como essa solução funciona para hotéis?

B.I. é a sigla para “Inteligência de Negócios” (Business Intelligence). Basicamente, trata-se de um conjunto de práticas e ferramentas que coletam, tratam e apresentam informações para embasar a tomada de decisão.

É um recurso que permite usar muitos dados que já estão disponíveis nos seus sistemas, mas que, necessariamente, não estão sendo aproveitados.

Quando eles são apresentados na forma de informações úteis, em um painel de fácil consulta, em tempo real e na medida certa, a decisão é tomada com maior segurança e de forma mais acertada.

Quais os ganhos principais do B.I para hotéis?

Com base nessa descrição já é possível deduzir alguns dos benefícios de utilizar o B.I. Obviamente, o principal é a melhora significativa do seu processo de decisão, que se torna mais embasado e profissional. Mas buscamos descrever outros igualmente influentes no setor hoteleiro. São eles:

Antever problemas

A gestão proativa é uma grande vantagem no setor. Nenhum hóspede está disposto a conviver com imprevistos. Esteja em viagem de lazer ou de negócios, ele espera não precisar se preocupar com detalhes da sua estada e, no mínimo, relaxar após uma viagem cansativa ou um dia de trabalho.

O Business Intelligence ajuda a antecipar problemas e evitá-los, analisando informações de dentro e de fora da empresa (relativas ao mercado), a fim de criar cenários atuais e futuros.

Identificar gargalos

O bom serviço é feito de detalhes. Mesmo um apartamento de alto luxo pode representar uma experiência negativa se o kit de higiene não for igualmente sofisticado. Pois cada falha na observação de um detalhe é resultado de um erro de procedimento.

O B.I. ajuda a identificar esses gargalos e corrigi-los e, nesse momento, vale fazer uma pausa para colocar uma observação.

Estamos focando nos resultados de atendimento, mas é importante lembrar que também existem gargalos e problemas que podem ser antecipados no financeiro, por exemplo. Ou seja, os benefícios são bastante amplos e com relação direta com a lucratividade.

Maior controle sobre o ROI do negócio

Além da evidente melhora na satisfação dos hóspedes com o aprimoramento constante dos serviços, o retorno sobre o seu investimento aumenta com o a utilização do B.I. Não apenas do aspecto da rentabilidade, ou seja, do retorno sobre todos os investimentos de capital, imobiliários e em equipamentos feitos no seu hotel.

Também ocorrem ganhos pontuais com cada decisão tomada, seja nos seus investimentos com divulgação, seja com as compras semanais, seja com eventuais ampliações ou modernizações.

Qual a importância da experiência de implantação?

Contudo, a utilização do B.I pode ser uma tarefa complexa sem a experiência necessária. Em primeiro lugar, é fundamental usar de um bom método de implantação, que funciona muito melhor quando elaborado por quem conhece do assunto.

Além disso, as iniciativas de utilização de B.I para hotéis funcionam melhor quando começam focadas nas prioridades e onde podem proporcionar mais lucro e benefícios — algo que os especialistas já identificaram em outras implantações. Ao mesmo tempo, cada caso é um caso. Não é mesmo?

Gostou do nosso artigo? Então, entre em contato conosco e conheça as melhores soluções para o seu hotel!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *