BI na hotelaria: a importância da análise de dados para o seu hotel

A utilização de ferramentas de BI na hotelaria pode potencializar os resultados de empresas do setor. Business Intelligence, ou BI, é o nome dado aos processos de coleta e análise de dados relevantes para o negócio que serão compartilhados com colaboradores e gestão para o aprimoramento da operação.

Com informações melhores e ferramentas capazes de revelar os fatos por trás dos dados, é possível tomar decisões mais acertadas e direcionar o negócio com muito mais eficácia.

Neste artigo, explicaremos melhor como transformar informação em estratégia com a utilização do BI na hotelaria. Boa leitura!

O que é Business Intelligence?
Usualmente abreviado como BI, o nome Business Intelligence pode ser traduzido para o português como inteligência de negócios e se refere aos processos de coleta e análise de dados com o objetivo de fornecer informações estratégicas para um negócio.

Para realizar esses processos, são empregadas ferramentas tecnológicas que armazenam, categorizam e processam os dados, dispondo os resultados de análises em painéis e gráficos de fácil compreensão.

O resultado são informações estratégicas que chegam “digeridas” para a gestão e os colaboradores da empresa, permitindo que as tomadas de decisão fiquem precisas e que o esforço individual de cada membro da equipe seja mais bem orientado por indicadores de desempenho precisos e direcionados.

Por que utilizar BI na hotelaria?
Um hotel é uma empresa com alto potencial de geração de dados. Quando um hóspede faz o check in, por exemplo, ele fornece informações como cidade de origem, data de entrada e saída, próximo destino e até a preferência de pagamento. Além disso, também preenche uma ficha cadastral com dados demográficos como idade, nacionalidade e estado civil.

Até relativamente pouco tempo, essas informações eram subutilizadas ou simplesmente descartadas, mas com o desenvolvimento tecnológico atual é possível armazenar e compilar esses dados para compreender melhor o perfil dos hóspedes, segmentar melhor sua base de clientes e com isso elaborar estratégias de marketing e aprimoramentos na estrutura que serão direcionados para a conquista desses consumidores, por exemplo.

Além da análise simples desse tipo de informação básica, as ferramentas de Business Intelligence podem fazer muito mais, com a utilização tanto de fontes internas como externas, em bases de dados estruturadas e não estruturadas.

É possível cruzar dados e estabelecer correlações que vão muito além do óbvio. Por exemplo: qual o padrão de consumo de hóspedes que viajam com filhos ou o tempo de estadia de viúvos e viúvas. Essas análises podem ser úteis de diversas formas para o hotel.

Em um hotel na praia, por exemplo, um fator externo, como a previsão do clima para a região, pode ser relevante para a taxa de ocupação. Com uma boa plataforma de Business Intelligence, é possível enxergar com clareza qual será essa relação e, com base nisso, ajustar as tarifas ou engajar campanhas de comunicação para aproveitar oportunidades e mitigar ameaças causadas por uma chuva.

Por outro lado, em uma rede de hotéis que concentra suas operações em aeroportos e nos arredores, pode ser possível estabelecer uma correlação entre os cancelamentos e atrasos de voos e o aumento da demanda.

Com a coleta constante de dados sobre os voos e até mesmo as causas de cancelamentos e atrasos, é possível realizar análises preditivas que esclareçam os momentos ideais de investir em campanhas de marketing para esse tipo de público e qual o melhor canal para acessá-lo.

Foi exatamente isso que fez a rede norte-americana Red Roof Inn. Ao perceber a demanda maior em aeroportos quando a taxa de cancelamento de voos se aproximava dos 3%, a equipe de marketing da empresa elaborou uma estratégia de campanhas de anúncios para celular que seriam ativadas apenas nessas condições.

Cientes de que muitos dos potenciais consumidores nessa situação recorreriam a uma busca web em seus dispositivos móveis, a empresa passou a exibir ofertas de hospedagem para quem buscasse quartos quando estivessem na região de aeroportos com taxas de cancelamento de voos superiores a 3%. O resultado foi o aumento de 10% na receita dos hotéis nessas regiões.

Como o BI pode ser aplicado na hotelaria?
Para conseguir o máximo de eficiência, o BI deve alcançar todos os setores de um hotel e todos os níveis organizacionais, incluindo colaboradores e gestores.

No departamento de vendas, por exemplo, o BI tem aplicações muito claras. Saber como os quartos do hotel são consumidos e como isso impacta na rentabilidade do estabelecimento é interessante não só para revelar insights poderosos como também para avaliar o andamento de estratégias em execução e entender os seus resultados.

O BI ajuda a analisar a flutuação da tarifa e, em um nível mais profundo, toda a lógica do mercado. Ele mostra o custo da venda, não apenas a receita dessa venda. Ou seja, é feita uma análise completa da qualidade dessa venda. Com o acesso a essas informações, é possível pensar em estratégias mais acertadas.

Além disso, com dados coletados sobre as experiências dos hóspedes é possível, por exemplo, entender os fatores de satisfação e insatisfação, e pensar em formas de fazer com que o cliente retorne ao hotel e se fidelize.

A inteligência de dados é importante até para a entrega de benefícios. Saber que tipo de vantagens o hóspede deseja faz toda a diferença na hora de construir uma relação de intimidade e durabilidade.

Com uma boa plataforma de BI, todas as informações relevantes para a elaboração e o monitoramento dessas estratégias ficam dispostas de maneira visual e objetiva, fácil de ser compreendida e usufruída pela gestão.

A clareza dos dados simplifica o processo de tomada de decisões, que deixa de ser feito apenas com intuições e a experiência dos gestores, passando a ser direcionado com base em verdades e fatos revelados pelos dados coletados e analisados.

Dessa forma, a ciência de dados se torna acessível para todos os times da empresa e não fica restrita somente às áreas de tecnologia ou de vendas. O resultado é que todos poderão desfrutar do BI para compreender melhor a performance da organização e saber quais são os caminhos para potencializar o negócio.

Agora, que você já sabe como maximizar os resultados utilizando o BI na hotelaria, que tal descobrir como implementar essa ferramenta na prática? Entre em contato com a Omnibees e descubra como!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *