O que considerar ao investir em tecnologia para seu hotel? Confira!

Na hora de investir em tecnologia para hotel, é preciso escolher as melhores opções. Um sistema de gerenciamento de reservas, por exemplo, pode ser decisivo em vários aspectos do negócio e é essencial para a operação de uma empresa da área.

O setor hoteleiro foi um dos primeiros a sentir os impactos da transformação digital. As novas tendências tecnológicas mudaram a forma com que os turistas pesquisam e reservam sua hospedagem ao redor do mundo e, hoje, é difícil pensar em um hotel que sobreviva sem esse tipo de tecnologia.

Por ser tão essencial para os negócios, a escolha dela precisa ser feita com base em pesquisas e muito rigor. Neste artigo, vamos explicar os pontos principais que devem ser averiguados na hora de definir esse tipo de solução. Confira!

Comece elencando as demandas do hotel

Antes de começar a pesquisar por tecnologias para o hotel, é preciso entender quais são as necessidades da empresa que podem ser facilitadas e potencializadas por essas soluções.

Para isso, é preciso conhecer muito bem os detalhes da operação e listar as atividades que geram valor para a companhia. Além disso, também é importante saber quais são as possibilidades e oportunidades que a tecnologia é capaz de explorar no setor.

O sistema de gerenciamento de reservas, por exemplo, é uma tecnologia que não pode faltar em um hotel, independentemente do seu porte. Também chamado de CRS, que é a sigla para Central Reservation System, ele é o software responsável por centralizar todos os pedidos de reservas das acomodações do estabelecimento.

Sem um bom CRS, o hotel perde oportunidades de venda por meio de agências, motores de busca e, até mesmo, do próprio site do hotel. Portanto, é fundamental que esse tipo de tecnologia seja robusta, confiável e bem integrada a outros serviços.

Outra necessidade tecnológica básica em hotéis são as ferramentas de Business Intelligence (BI), que fornecem informações em tempo real sobre o desempenho do negócio e permitem que a gestão tome decisões mais eficazes.

Com o suporte de uma interface que monitora todos os indicadores de performance do hotel, um administrador pode, por exemplo, perceber uma vacância anormal em um feriado, descobrir as causas disso e tomar ações para solucionar esse problema.

Nessa mesma linha, vale a pena citar ferramentas tecnológicas que possam monitorar os preços e a disponibilidade da concorrência, o que também ajuda na definição de estratégias de preços e até na expansão.

Por fim, soluções informatizadas de marketing e fidelização de clientes também são algumas das tecnologias importantes para o sucesso do hotel.

Escolha uma tecnologia que atenda às suas necessidades

Uma vez que todas as demandas são listadas, é hora de pesquisar e selecionar as tecnologias que possam atender todas elas.

A dica aqui é tentar procurar por um fornecedor que entregue uma solução única capaz de cumprir com todas ou, pelo menos, com a maior parte dessas exigências. A vantagem em um sistema integrado poderoso é que as informações transitam melhor entre as diversas áreas e podem ser utilizadas de forma conjunta.

Se o mesmo fornecedor atende as demandas por um CRS e por uma ferramenta de BI, por exemplo, é certo que os dados gerados pelas reservas poderão alimentar, com efetividade, as análises expostas na dashboard de inteligência do negócio.

Uma simples venda em um hotel envolve um vasto ecossistema de recursos tecnológicos, desde a parte da reserva em si até os pagamentos finais e a fidelização do cliente. Se tudo isso é gerenciado por sistemas integrados, a sinergia é maior, e os resultados, melhores.

Verifique todas as integrações da tecnologia para hotel

Além de ser completa, uma tecnologia para hotel precisa ser capaz de se integrar com ferramentas externas para ser eficiente, especialmente na parte de reserva e vendas.

Hoje, os consumidores não ficam navegando em dezenas de sites de hotéis quando vão escolher onde se hospedar: geralmente, eles utilizam agregadores ou agências de viagem que realizarão uma busca por diversas opções que atendam suas exigências.

Por essa razão, os sistemas de um hotel precisam ser capazes de se integrar com esses canais, como OTAs, TMCs, metabuscadores e outros.

A sigla OTA é uma abreviação de Online Travel Agency, que pode ser traduzida como Agência de Viagem On-line, e inclui sites famosos, como Booking.com, Decolar e Expedia. Além da integração obrigatória a esses, é interessante que a ferramenta de reservas do hotel também se integre a opções menos famosas e explore novos mercados com isso.

O mesmo vale para as Travel Management Companies, ou TMCs, que podem ser traduzidas como Companhias de Gerenciamento de Viagens. Enquanto as OTAs são voltadas para o público final, as TMCs são voltadas para o mercado corporativo e permitem uma boa diversificação e oportunidades excelentes para um hotel.

Por fim, metabuscadores, como o TripAdvisor, o Trivago e o HotelsCombined, são canais de promoção obrigatórios: para ser encontrado, um hotel precisa estar neles. Portanto, as soluções de tecnologia escolhidas para a empresa devem contemplar integrações a essas ferramentas externas.

Certifique-se de que essa tecnologia gera valor futuro ao negócio

Depois de considerar todas as etapas anteriores, ainda é recomendável uma última avaliação antes de escolher por uma tecnologia para um hotel: a capacidade de esse investimento gerar valor futuro ao negócio.

Uma solução tecnológica não é apenas uma despesa para a empresa, mas um verdadeiro investimento. E isso significa que ela deve gerar retorno e oportunidades para o hotel no longo prazo.

Para ser capaz de realizar isso, a solução tecnológica escolhida precisa ser inovadora e capaz de colocar o negócio na dianteira da transformação digital, deixando a concorrência para trás.

E o fornecedor dessa solução precisa se comprometer em atualizar constantemente a ferramenta com novas funcionalidades, melhorias das já existentes e mais integrações.

Por fim, essa solução tecnológica deve ser confiável e contar com uma infraestrutura que não deixe o hotel na mão. Ninguém gosta de perder uma venda porque o sistema está fora do ar, logo, a disponibilidade e a segurança são elementos decisivos para a escolha de uma tecnologia para hotel.

A recomendação aqui é optar por soluções que estejam na nuvem, que, além de serem mais estáveis e seguras, proporcionam mobilidade e escalabilidade ao negócio.

E agora que você já sabe tudo que precisa ser considerado na hora de investir em uma tecnologia para hotel, que tal aproveitar para descobrir como o CRS Omnibees pode atender suas demandas? Converse conosco!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *