Por que devo investir em segurança hoteleira?

Podemos pensar a segurança hoteleira com dois pontos de vista diferentes. No primeiro, ela está relacionada ao conforto e à satisfação do hóspede, que espera usufruir de uma estadia tranquila e está cuidadoso com esse aspecto. Essa expectativa aumentou recentemente devido ao crescimento dos índices de violência com a qual, infelizmente, passamos a conviver de forma mais intensa.

No segundo, qualquer estabelecimento comercial tem uma responsabilidade civil que pode comprometer o hotel e seus proprietários nos aspectos legal e criminal. Além disso, um acidente de maior gravidade pode acabar com a reputação do seu negócio, afastando clientes e prejudicando de forma definitiva seu empreendimento.

Ainda assim, nossa cultura é a de pensar que os acidentes só ocorrem com os outros. Não é o caso de julgar isso, pois o otimismo tem seus aspectos positivos. Contudo, vale a pena seguir com a leitura e refletir com frieza e racionalidade sobre o tema. Confira!

A segurança hoteleira

A segurança hoteleira é um conjunto de medidas com o objetivo de garantir o bem-estar das pessoas e a integridade de bens. Como resultado, ela busca evitar prejuízos humanos, financeiros e materiais.

Assim, é preciso partir do princípio de que ela deve ser abordada de um ponto de vista amplo. Ou seja, contratar um segurança para vigiar a entrada não é investir em segurança, mas apenas se precaver em relação a um risco isolado. Pensar sobre esse assunto envolve detalhes, como:

  • aspectos internos e externos do estabelecimento;
  • guarda de bens de valor;
  • cuidado com os dados e com a privacidade dos clientes;
  • tecnologias seguras;
  • prevenção contra incêndios;
  • prevenção contra acidentes de trabalho;
  • um plano de segurança no caso de grandes eventos.

Os tipos de segurança hoteleira

Como pôde notar, garantir a segurança é uma tarefa complexa. O cuidado com os aspectos que a envolve se justifica porque os acidentes dificilmente são resultado de um fator isolado. Normalmente, os mais graves ocorrem em razão de uma sucessão de erros. Então, vejamos os principais tipos de segurança que você deve levar em consideração. São eles:

Segurança eletrônica

Uma ótima alternativa para otimizar sua política de segurança. Além de monitorar ocorrências de risco, como movimentações suspeitas, ela desestimula a prática de roubos e outros delitos pela possibilidade de que eles sejam registrados. Basicamente, usa alguns recursos, como câmeras, sensores de presença e alarmes.

Segurança física

A segurança física ou patrimonial cria barreiras, como muros, alambrados e vigilantes, com o objetivo de limitar o acesso não controlado. Apesar de tradicional, é ótima em situações em que existe aumento temporário da demanda de controle, como em eventos. Deve ser pensada com cuidado para não limitar exageradamente os hóspedes e criar situações desagradáveis.

Segurança contra incêndios

Talvez essa seja a principal preocupação de qualquer empresário do setor. Por isso, vamos apenas mencionar a importância de pensar em um modelo focado em evitar acidentes e não apenas em atender os requisitos legais. Ainda que as normas sejam pensadas com esse objetivo, elas podem ser insuficientes ou ineficazes em situações específicas.

Segurança do trabalho

É fundamental se preocupar com sua equipe de colaboradores também. Só para exemplificar, a operação de caldeiras e a limpeza de vidros em prédios podem trazer grande risco se não tomadas as precauções devidas.

Segurança pessoal

É a que cuida da integridade física e moral das pessoas que frequentam o hotel. A discrição e o tratamento dados aos hóspedes também devem ser considerados nesse caso.

Segurança da informação

Esse é um aspecto que assume importância cada vez maior. As pessoas estão preocupadas com sua privacidade, e sistemas obsoletos ou controles improvisados podem gerar graves problemas para o negócio, pois são mais vulneráveis.

Para concluir, vale mencionar que a segurança hoteleira depende da consciência de que é necessário investir e capacitar os colaboradores do hotel. Em espaços com circulação de pessoas, é fundamental que a equipe envolvida mantenha atenção e rigor no cumprimento de regras básicas de segurança. Isso porque a reação intuitiva, que sempre ocorre quando as pessoas não estão devidamente preparadas, pode agravar o problema.

Esse é um assunto de utilidade pública. Por isso, permita que outras pessoas reflitam sobre a importância da segurança compartilhando esta postagem nas suas redes sociais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *